O MEU PLEXO SOLAR

O MEU PLEXO SOLAR
O meu plexo solar

dezembro 07, 2008

ACTIVISTA DE SONHO


No dia 10 de Dezambro comemora-se o aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos e lembrei-me desta Senhora de Sonho ...

Aung San Suu Kyi, é líder e activista birmanesa, premiada com o Nobel da Paz em 1991, líder da oposição ao regime ditatorial do país e Activista dos Direitos Humanos.


Vestida de seda e com orquídeas no cabelo, assim aparece numa entrevista onde retirei algumas palavras." Ela é uma figura impressionante e encantadora cuja face em repouso mostra a resolução que tem demonstrado ao longo do seu caminho heróico...

É uma mulher de fé e opina que" no Budismo... ensinam-nos que há quatro ingredientes básicos para o êxito. O primeiro é a vontade, a seguir deve-se ter o tipo de atitude correcto, depois a perseverança, depois a visão..."

Ainda quanto á forma de resolução dos problemas diz Aung San Suu que" está a tornar-se cada vez mais difícil resolver problemas por meios militares. Não é mais aceitável...

..Não sou uma santa e é melhor que diga isso ao mundo". Refere ainda que ,quanto às suas qualidades pecadoras ...possui um "temperamento abrupto".

E que relativamente aos novos investimentos feitos no seu país... "ajudam apenas uma pequena elite a ficar cada vez mais rica. O trabalho forçado continua por todo o país, e muitos dos projectos são destinados ao comércio turístico e o trabalho é executado por crianças".

Agracia-nos com as palavras doces que" tenho a minha meditação, e tinha um rádio... E a solidão vem de dentro, você sabe. Pessoas que são livres e quem vive em grandes cidades sofre disso, porque ela vem de dentro".

E que quanto aos desafios..." desafio é aqui na vida do povo, dia após dia. Sabe, mesmo quando as coisas parecem ainda sobre a superfície, há sempre um movimento por baixo. É como um lago congelado, e por baixo do nosso lago estamos a progredir, pouco a pouco".
Segundo Aung, "não importa o poder físico do regime, no fim eles não podem travar o povo, não podem travar a liberdade. Chegará o nosso tempo"...

O original encontra-se em http://www.johnpilger.com/page.asp?partid=456