O MEU PLEXO SOLAR

O MEU PLEXO SOLAR
O meu plexo solar

abril 12, 2007

ENCONTRO DE SONHO


Continuo a minha viagem... transponho-me no tempo e no espaço... uma nova cultura, uma nova fase...
Vejo surgir novas crenças. Ah, Índia do segundo milénio A.C!...
Estou assustada... num instante tudo muda. Escondo-me atrás de umas antigas ruínas e observo comunidades dispersas de caçadores e agricultores. Carros puxados por cavalos, dirigem-se para vários locais, abrindo caminho por entre povos fracamente armados, fazendo nascer uma nova forma de guerra.
Corro, para não ser capturada...oiço alguém gritar que eram Arianos. Espero pela noite e infiltro-me no acampamento. Disfarço-me e faço-me passar por um deles. Eram visivelmente superiores em força militar e portadores de uma enorme confiança, delegada pelo seu panteão de deuses cheios de glória.
Instantaneamente...
...Vejo uma luz fraca... alguém escreve! Olha-me e apresenta-se como poeta e vidente. Reparou nos meus olhos que se interrogavam acerca dos "arabescos" ... e apontando sorri e diz-me:
-VEDAS... VEDAS! Sânscrito! É o começo...outros continuarão. Tu ficas comigo, para aprenderes.
De bom agrado aceitei e vejo-me a crescer, dia para dia, no meio de uma cultura guerreira de origem nómada, que vagueou durante milhares de anos pelas planícies Euro-Asiáticas .Não possuiam o ferro e não edificavam construções em pedra, estavam impregnados de mitologias que glorificavam a vitória humana e prometiam liberdade. Deuses montados em carros, com o Sol a brilhar por trás dos seus corpos, derrotavam sempre o lado negro da força.
VARUNA, passou a ser-me familiar... Soberano do Universo... era defensor da Ordem Cósmica. Possuia um temperamento colérico, mas era misericordioso com aqueles que o adoravam.
Foi suplantado por INDRA, herói forte e mais constante, que nada se assemelhava com as míseras características que restavam da ex cultura do Vale do Indo ... Surge uma Índia resplandescente ...
Imagem retirada da Net