O MEU PLEXO SOLAR

O MEU PLEXO SOLAR
O meu plexo solar

outubro 23, 2006

AS NOVAS CRIANÇAS...



Vou continuar a falar de crianças,pois o tema não se esgota.Deixo aqui a reprodução da introdução de um excelente livro,que todos deviam ler.Provavelmente faríamos as crianças mais felizes.

"Cada ser que nasce é um verdadeiro microcosmos,repleto de novidades,de segredos para serem desvendados.É um mundo novo que vem inteirinho para

A Esperança de um Pôr do Sol (net)

junto de si para que consigo possa despertar e revelar-se na sua plenitude de ser multidimensiomal.Se é um ser especial ...o que devemos fazer para o ajudar a cumprir o seu "contrato",ou seja,a missão que traz gravada nos seus genes e em cada uma das suas células vivas?

É mais simples do que se possa imaginar.Toda a criança precisa só e unicamente de uma coisa,da qual não prescinde para ser feliz e se realizar como pessoa e em plenitude: AMOR.Mas não se trata daquilo que erradamente as pessoas chamam amor...

...posse,domínio,controlo,prisão,afastamento,medo,irritação...nada disto é Amor.Porque,como sempre disseram...o amor é libertador,é pacífico,é grato,não se queixa,não é possessivo,compreende,tudo perdoa...ajuda o outro a ser autónomo e feliz...este livro foi escrito para que possa abrir o caminho a quem quiser aprender novas ideias e novas formas de viver e ajudar não só as crianças Indigo,mas todas as crianças,sobretudo as que nasceram já na Nova Era,na chamada Nova Energia e com uma nova vibração.No nosso país e até à data,nada ou quase nada foi dito sobre este tema e começa a ser urgente que o assunto seja pensado,estudado e discutido.

Noutros países muito tem sido já escrito e discutido...As escolas,no nosso país,estão cheias de problemas por resolver e muitos educadores e professores sentem-se,por vezes,incapazes de dar respostas e de encontrar as soluções adequadas que facilitem o trato com as nossas crianças e até,muitas vezes,não conseguem...entrar em diálogo com muitas delas. As famílias também estão a braços,com graves dificuldades,a muitos níveis,nomeadamente ao nível do diálogo.

...Não se pode continuar indiferente e de braços cruzados,pois as novas gerações estão aí e elas não nos vão perdoar a inércia e,muito menos,a ignorância e a rejeição destas questões...Por vezes tenta-se abafar estes problemas,medicando as crianças com sedativos(Ritalina)e pondo-as a dormir...será esta a solução?É EVIDENTE QUE NÃO.

Então o que fazer?"

Tereza Guerra in "Crianças Indigo"

( Continua...)