O MEU PLEXO SOLAR

O MEU PLEXO SOLAR
O meu plexo solar

dezembro 24, 2012

ESPERANÇA

Desejo a todos um Natal com Paz e Harmonia e que o Ano de 2013 seja abençoado com mais Esperança.

Beijinho doce e peço desculpa por estar aqui tão pouco tempo.

outubro 13, 2012

CANÇÕES DA TERRA DISTANTE


               The  Songs  of  Distant  Earth”

Um álbum com belas melodias de Mike Olfield, o qual se baseou no livro de Arthur C. Clark, cujo argumento gira à volta da descoberta, por parte dos nossos cientistas, que o sol vai desintegrar-se até ao ano 3600 e, com a intensão de se evitar a destruição da Raça Humana, naves espaciais vão restabelecer a nossa semente num outro local do Cosmos.
Conseguirão tal proeza? Para isso basta ler o livro e ouvir o álbum ao mesmo tempo.
E como o Criador pintou um quadro infinito com as mais belas cores, sons ,luzes e seres…a TI te deixo estas palavras…

“Deus, Infinito Ser Deus, Infinito ser, nunca criado,
Sem princípio, nem fim, na Majestade
Que no trono da Eterna Divindade
Tens o Mundo num dedo dependurado:

Tu estavas em Ti, não foste nado,
O teu Ser era a tua Imensidade,
Tu tiveste por berço a Eternidade,
Tu, sem tempo, em Ti mesmo eras gerado!

Tu és um fogo que arde sem matéria,
Tu és perpétua luz, que não desmaia
Fulgindo, sem cessar, na sala etérea!

Tu és um mar de amor, que não tem praia,
Trovão assustador da esfera aérea,
Rei dum Reino Imortal, (que não tem raia)!...”

Francisco Joaquim Bingre, in 'Sonetos'( Citador)

Beijinho doce:)